O equilíbrio total com os nutrientes.

Folato ou Vitamina B9, só deve ser suplementada mediante evidências de necessidade, assim como todo e qualquer mineral e vitamina. A melhor forma de saber se há ou não a necessidade é pedindo exames bioquímicos, fazendo exames clínicos e avaliando os alimentos ingeridos pelo paciente e conhecendo a sua história de vida.

Pois bem, falamos muito de nutrição e as pessoas pensam logo no emagrecimento, e aí vem as dietas da moda, trazendo orientações das mais absurdas possíveis, esquecendo do lado da saúde.

Quando se trata de nutrição, estamos falando de nutrientes, os quais nutrem as células para um adequado funcionamento fisiológico. A Vitamina B9 é um nutriente que participa da saúde do cérebro, previne depressões, auxilia na formação do tubo neural, fortalece o sistema imune, previne anemia, câncer de colón e doenças cardíacas.

É importante citar que a diminuição do Folato leva a redução nas concentrações de vitamina B12 (que é importante para o nosso sistema nervoso e para formação da hemácias), que o excesso de ácido fólico desestabiliza a B12 e que pode gerar aumento de câncer de cólon e de reto.

As causas mais comuns de deficiência B9 incluem: desnutrição, alcoolismo, distúrbios de absorção (doença celíaca, chrow), mulheres grávidas, pessoas que fazem diálise e consumo de determinados medicamentos (bulas de medicamentos trazem as interações drogas e nutrientes).

Mas, como a natureza é sábia, nós temos muitos alimentos que podem fazer parte do nosso dia a dia sendo boas fontes de B9, como: brócolis, espinafre, ervilhas, grãos, feijão, lentilha, laranja, fígado bovino, gema de ovo, entre outros alimentos.

O importante é que você saiba do valor da nutrição.

Ser nutricionista não é cuidar apenas dos ponteiros da balança, vai muito mais além, na prevenção de doenças, na melhora de sua saúde que pode ser encontrada numa alimentação adequada para o seu estado fisiológico. A conduta será sempre para melhorar o aporte de vitaminas e minerais através dos alimentos, a suplementação – como diz a palavra – só será usada se houver a necessidade. E, para que isso aconteça, é importante passar sempre com um (a) nutricionista, para que este (a) profissional faça uma avaliação e dê o seu diagnóstico nutricional.

Com tudo isso, o resultado final é uma eliminação de peso saudável e a melhora de sua saúde, apreendendo a se alimentar com alimentos que realmente possam fazer a diferença na sua vida.

Dra. Monica Symphoroso

Atendimento Clínico Nutricional Avaliação, Orientação, Acompanhamento Nutricional, Detoxificação, Perda de Peso, Dislipidemia, Diabetes, Gastrite, Hipertensão Arterial, Refluxo Gastroesofágico PRAFI – PROGRAMA DE REEDUCAÇÃO ALIMENTAR FAMILIAR E INDIVIDUAL

2017-09-25T14:17:20+00:00
Avada WordPress Theme